APLICATIVO PEIXES MARINHOS - Identificação de peixes marinhos IPad, IPhone, e Ipod Touch
PROJETOS ECOLÓGICOS

Florestas do Brasil Limpeza na praia - A onda é preservar

PROTUBA - Projeto tubarões no Brasil

Educação
» Home » Educação » Cursos em Meio Ambiente » 25 E 26 DE MARÇO:  CURSO DE VALORAÇÃO AMBIENTAL (16 horas)
25 E 26 DE MARÇO:  CURSO DE VALORAÇÃO AMBIENTAL (16 horas)

CURSO DE VALORAÇÃO AMBIENTAL (16 horas)


Objetivo:
O curso objetiva demonstrar como um investimento público ou privado no meio ambiente pode ser melhor avaliado se se levar em consideração nos projetos os impactos ambientais, tanto positivos quanto negativos. Como fazer a mensuração econômica deles, levando em conta o valor social dos bens e os serviços ambientais afetados pelo projeto, podendo também ser utilizado para cálculo dos valores relativos à reparação de danos ambientais. Ao final do curso o profissional disporá de uma ferramenta de gestão que poderá ajuda-lo a utilizar os recursos financeiros disponíveis para projetos ambientais da forma mais eficiente possível, podendo identificar, diante das inúmeras prioridades e a escassez dos recursos, as intervenções que resultarão em maior bem estar socioambiental.
Público Alvo e Retorno do investimento no curso:
Profissionais que atuam em organizações públicas e privadas de todos os portes que poderão se aprimorar na avalição de projetos utilizando a técnica de Valoração econômica do meio ambiente, obtendo reconhecimento e aumentando às suas chances de crescimento profissional na organização
Estudantes de nível técnico e Superior que poderão se qualificar e/ou se aprimorar na avalição de projetos utilizando a técnica de Valoração econômica do meio ambiente, apresentando um diferencial no seu curriculum que poderá impulsioná-lo em novas oportunidades no mercado de trabalho.


EMENTA

1 – A ANÁLISE DO CUSTO-BENEFÍCIO COMO INDICADOR DE VIABILIDADE ECONÔMICA
Externalidade
Variações de Bem estar
Estimativa de variações de Bem estar
Preço social ou preço de eficiência
Indicadores de viabilidade

2 – DISTRIBUIÇÃO INTEGENERACIONAL
Taxa de desconto

3 – QUESTÕES METODOLÓGICAS DA VALORAÇÃO AMBIENTAL
Natureza e classificação dos valores ambientais

4 – Metodologia da Valoração Ambiental
Métodos da função da produção
Métodos da Produtividade marginal, de mercado de bens substitutos e de custo de oportunidade
Métodos dos preços hedônicos,
Métodos do custo de viagem
Método de valoração contingente

5 – Conceito de Valor de Existência
A possibilidade de mensuração do Valor de Existência

6 – Dinâmica de Grupo
Análise de caso real com a Valoração Ambiental, utilizando os métodos apreendidos.

PROMOÇÃO AQUALUNG BLUE:

R$ 1.180,00  -  EM 6 VEZES  NOS  CARTÕES
R$ 980,00 À VISTA

DE 25 E 26 DE MARÇO


LOCAL: ESPAÇO EXECUTIVO:  RUA  CONSELHEIRO  SARAIVA 28 DÉCIMO ANDAR  CENTRO RIO 
DAS 09:00 ÀS 17:30

FACILITADOR

ALTAMIRANDO FERNANDES MORAES
Engenheiro Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, formado no ano de 1974.
E-mail: altamirandom@gmail.com. Tel.: Cel. 21996472005/Residência: 2133442947

Qualificações:
• Curso de Elaboração de Plano Museológico pela Patrimonium Serviços Culturais e Museologia e Curso de Capacitação Gerencial pelo IBEMEC EM 2019.
• Mestrado em Engenharia Ambiental na área de Planejamento Ambiental no Programa de Planejamento Energético da COPPE/UFRJ 1995/1996 defendendo a Tese: A Gestão dos Riscos Ambientais do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara.
• Consultor capacitado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID e pela Federação Pan-americana de Consultores - FEPAC nas áreas de Gerenciamento Integral de Empreendimentos e Avaliação de Projetos de Saneamento Urbano/1994.
• Pós-Graduação em Planejamento e Controle de Projetos pela Consultoria Internacional Booz-Allen.
• Engenheiro de Segurança no Trabalho pela UERJ.
• Curso de Especialização e Pré-fabricação na Construção Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Seminários e Trabalhos publicados:

• Participação no período de 2010 a 2016 em diversos Congressos e Seminários Internacionais como Palestrante em temas ligados a Meio Ambiente e Cidades Sustentáveis destacando-se os Cities for Cycling (Velocity) 2010, 2011, 2012 em Copenhagen, Sevilha e Vancouver e Congresso Internacional de Meio Ambiente em 2012 em Madrid na Espanha.
• Palestrante em diversos Seminários e Congressos Nacionais sobre Recursos Hídricos e Saneamento, tendo diversos trabalhos publicados:

Atividades Didáticas:

• Professor da disciplina de Enchentes no curso de Bacias hidrográficas da COPPE – UFRJ em 2007.
• Professor Adjunto das Escolas de Engenharia Veiga de Almeida, Nuno Lisboa e Souza Marques, onde lecionou diversas disciplinas ligadas a Engenharia Civil e Ambiental.

Atividades Oficiais no Exterior:

• Viagem como representante oficial da Casa da Moeda do Brasil para apresentação do Estudo de Viabilidade Técnica-Econômica para implantação de uma Casa da Moeda na Venezuela - 1985, realizada sob a sua coordenação, constando de projeto de arquitetura, lay-out das fábricas de Cédulas, Moedas e Gráfica e Áreas Administrativas, com todas as plantas e desenhos.

• Viagem a Washington como membro da Comissão Negociadora do Contrato de Empréstimo do BID para o Programa de Despoluição da Baía de Guanabara, no qual foi responsável pelo Modelo Institucional do Programa no Componente Resíduos Sólidos.

Principais Cargos, Funções ou Empregos no Setor Público

• 2017/2019 – Engenheiro Civil fazendo acompanhamento das obras de restauro do Palacete da CMB, respondendo pela Seção de Acervo e Cultural (Centro Cultural e Museu da CMB).
• 2009/2016 – Subsecretário de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro
• 2007/2008 – Diretor de Planejamento e Projetos da Empresa de Obras Públicas do Estado do RJ.
• 2003/2006 – Vice-Presidente da Superintendência Estadual de Rios e Lagoas, responsável pelos projetos de saneamento ambiental no Estado do Rio de Janeiro.
• 2001/2002 – Engenheiro Fiscal de Obras de reurbanização no Bairro da Penha pela Secretaria de Obras e Conservação da Prefeitura do Rio de Janeiro.
• 1997/2000 - Diretor da RIO-URBE - Empresa Municipal de Urbanização.
• 1995/1997 - Supervisor de Licitações da RIO-URBE - Empresa Municipal de Urbanização.
• 1993/1994 - Diretor de Planejamento e Controle da Companhia Estadual de Águas e Esgotos - CEDAE, tendo sob a sua responsabilidade a elaboração e coordenação do Orçamento Empresarial da Cia, a Área de Desenvolvimento Operacional e a Área Comercial.
1991/1993 - Superintendente de Controle e Acompanhamento do planejamento da Secretaria de Estado de Obras e Serviços Público e suas entidades vinculadas, CEDAE e EMOP.
• 1977/1990 - Engenheiro da Casa da Moeda do Brasil, tendo exercido as Chefias da Divisão de Projetos e Obras, a Gerência de Construção Civil e a Gerência Geral do Projeto Industrial de Santa Cruz, e da Usina de Refino de Metais Nobres (ouro, prata e paládio).
• 1972/1977 - Engenheiro Fiscal das obras do Centro de Ciências da Saúde na Cidade Universitária, Faculdade de Medicina, Instituto de Ciências Biomédicas, Instituto de Biofísica, Instituto de Microbiologia, Instituto de Nutrição, e Bloco de Apoio com Biblioteca, Restaurante, salões de jogos, livrarias e auditórios.
 

imprimir ementa do curso Ver todos os cursos disponíveis »

Quer receber periodicamente nossas programações de cursos por e-mail? Clique aqui.

Veja também, Apresentação, Histórico e Corpo Docente


Telefones: (21) 3734-7618 / (21) 98464-7618